Os Perigos de Não Valorizar a Agricultura Orgânica no Brasil

Thiago Campos
Orgânicos
COMENTÁRIOS
agricultura orgânica no Brasil

(Artigo escrito por Thiago Campos)

A valorização do produto orgânico e da agricultura orgânica no Brasil nos traz alimentos, cosméticos, produtos para os pets e até mesmo roupas já estão disponíveis em suas versões orgânicas. Então por que optar por produtos repletos de agrotóxicos e compostos químicos?  Esse é o primeiro passo para as grandes mudanças.

O Brasil é um país rico em sua agricultura.  Vastos territórios, solo fértil, alta produtividade, diversidade em seus alimentos. Atualmente é considerado referência quando o assunto é exportação de alimentos. Contudo, o que conhecemos hoje por agricultura brasileira muito mais se aproxima de um processo industrial de produção alimentícia do que os tradicionais campos e plantações rurais.

Por Que Ainda Usam Agrotóxicos?

Para suprir demandas nacionais e internacionais, é comum (e até mesmo banal) o uso de agrotóxicos na produção de alimentos brasileira. Compostos que já foram proibidos em diversos países, considerados potenciais causadores de cânceres e doenças neurodegenerativas. Estes são aplicados desde as sementes até a colheita dos alimentos no Brasil.

Em junho foi aprovada a PL 6299/2002, popularmente conhecida como Lei do Agrotóxico. Visa flexibilizar ainda mais o uso de produtos químicos e nocivos à saúde na agricultura brasileira. Caminhando contra a corrente de desenvolvimento social, a aprovação de tal projeto de lei assustou não apenas os agricultores orgânicos como também os consumidores de produtos convencionais. Afinal de contas, o que estão colocando em nossa comida? Como fica a agricultura orgânica no Brasil?

 

agricultura orgânica no Brasil : agrotóxicos26

Em 2018 é comum encontrarmos mais de 500 diferentes tipos de agrotóxicos permitidos para uso no Brasil. Destes, 30% são proibidos em países da União Europeia. O Acefato, terceiro agrotóxico mais utilizado no Brasil, já foi diagnosticado como neurotóxico e não é mais comercializado em diversos países.

O uso de agrotóxicos, pesticidas, fertilizantes e adubos químicos foi naturalizado e, durante anos, considerado como algo comum e por vezes necessário.

Economicamente, é viável para grandes agricultores produzir com o apoio dessas substâncias, tanto pela garantia de rentabilidade quanto pelo processo acelerado de produção. Consequentemente, os pequenos agricultores também se adaptaram aos agrotóxicos e fertilizantes para competirem no mercado. Nós, como consumidores finais, nos vemos obrigados a utilizar os compostos químicos para combater os famigerados pulgões e as pequenas pragas em nosso jardim.

 

 agricultura orgânica no Brasil : pesticida

Uma vez que a demanda é alta, são utilizados recursos para suprir essa necessidade. Mas como prezar pela segurança alimentar diante de produtos que são proibidos em tantas regiões do mundo? E que ainda são despejados em nossos alimentos? Como alcançar um alto patamar de agricultura orgânica no Brasil?

As Consequências Causadas Pelo Uso de Agrotóxicos

Quanto maior a quantidade de produtos químicos inseridos nos alimentos e produtos consumidos, maior é o impacto causado na saúde da população em longo prazo. Isso sem considerar o impacto ambiental causado pela poluição de solos, rios e suas respectivas afluentes.

O excesso de produtos químicos vem devastando cada vez mais os terrenos brasileiros. Contaminando as águas através dos lençóis freáticos e empobrecendo o solo. Todos esses fatores acabam por demandar uma quantidade cada vez maior de fertilizantes, pesticidas, adubos e compostos para regular o solo e garantir alimentos com nutrientes.

Esse ciclo que, em primeiro momento, pode parecer inofensivo é um dos grandes problemas para o meio ambiente. Enquanto produções orgânicas prezam por métodos alternativos para o controle de pragas, o uso agressivo de agrotóxicos afeta toda a fauna e a flora local.

agricultura orgânica no Brasil : controle de pragas

É inevitável que todas essas substâncias tenham efeito em longo prazo para os humanos. Ou através de problemas nos rins, danos ao fígado, infertilidade, alergias, problemas neurológicos. Até mesmo o desenvolvimento de determinados tipos de câncer. Não existe a possibilidade de uma dieta saudável quando falamos de alimentos convencionais e repletos de veneno.

Uma forma simples de exemplificar o uso desenfreado de agrotóxicos está na uva. Certamente você já comprou algum cacho de uva que possuíam a casca levemente esbranquiçadas, não é mesmo? Esse é o excesso do agrotóxico. Agora pare para imaginar o quanto desse agrotóxico você desconhece e não pode ver.

A Agricultura Orgânica no Brasil

A falta de informação e a comodidade em consumir produtos convencionais ainda é uma grande barreira para os produtores e consumidores orgânicos no Brasil. Uma vez que se tem o conhecimento acerca dos processos da agricultura convencional, é natural que você comece a optar por produtos orgânicos.

agricultura orgânica no Brasil : produtos orgânicos

Produtos Orgânicos

Os produtos orgânicos são produzidos naturalmente, utilizando técnicas milenares de agricultura e recorrendo à produtos naturais para suprir as necessidades de pesticidas e inseticidas. Além disso, a produção orgânica preza pelo solo fértil em sua essência, ou seja, um enriquecimento verdadeiro do solo e o respeito ao meio ambiente para que todo esse ecossistema contribua com o desenvolvimento da plantação.

Independentemente do perfil do agricultor, são certificadas as plantações que seguem as normas impostas pelo IBD Orgânico, fornecedor do tradicional selo verde. Ao adquirir um produto orgânico em uma feira orgânica ou em um supermercado, o consumidor terá certeza da organicidade desse produto e da qualidade de sua produção.

Afinal, alimentos orgânicos não são apenas os vendidos por pequenos produtores. E esse é um dos maiores erros cometidos por quem deseja uma alimentação mais saudável. É possível encontrar tanto produções familiares de alimentos orgânicos quanto grandes produtores rurais. O produto orgânico vendido no supermercado, mesmo que industrializado, ainda respeita todas as normas impostas pelo selo orgânico e pode ser consumido sem receio.

agricultura orgânica no Brasil : alimentos orgânicos

Tornar o alimento orgânico mais visível ao consumidor e mais acessível à sociedade como um todo é uma das principais formas de combater o comércio convencional pautado nos agrotóxicos. Logo, quanto maior for o consumo de alimentos orgânicos, maior será a aceitação deste por meio da população.

Não por acaso está cada vez mais comum a presença de políticas públicas e discursos que barram os direitos de produtores orgânicos no Brasil. Visto que essa produção tende a substituir em longo prazo a agricultura convencional. Dessa forma, prejudicar agricultores que produzem exponencialmente com o apoio de agrotóxicos e demais compostos químicos. Os impactos causados na agroindústria serão demasiadamente altos. Dessa forma, a agricultura orgânica se torna cada vez mais intimidadora para os produtores tradicionalistas.

Saiba Como Fazer a Sua Parte

É preciso, no entanto, que tanto o produtor orgânico quanto o consumidor tenham ciência da importância dessa produção. Assim valorizem cada vez mais o processo de agricultura orgânica. Sendo assim, separamos algumas dicas para que você faça a sua parte na causa orgânica e tenha uma vida saudável. E principalmente, sustentável!

Primeiramente, tenha uma horta orgânica em casa. Seja de temperos, verduras, flores comestíveis ou apenas uma horta vertical com os alimentos preferidos da família. A produção orgânica caseira pode ser realizada em ambientes pequenos. É fundamental para quem deseja conhecer a agricultura orgânica. Pois além de aproximar o produtor da natureza possibilita o aprendizado sobre os métodos de cultivo e técnicas de manejo.

agricultura orgânica no Brasil : produção orgânica

Sobre a Produção Orgânica

Além disso, é fundamental consumir produtos orgânicos de outros produtores, sejam estes locais ou grandes marcas. A valorização do produto orgânico no mercado é notada através de seu consumo. Embora sejam mais caros que os alimentos convencionais, os produtos orgânicos são mais nutritivos e saudáveis. Valorize o comércio de orgânicos e esteja presente em feiras, exposições e festivais sempre que possível. Faça acontecer a agricultura orgânica no Brasil.

Por fim, é importante prezar socialmente pela produção orgânica, levando a causa para as urnas.  A agricultura orgânica no Brasil precisa de mais incentivos. Atualmente os produtores orgânicos batalham arduamente para garantir espaço e representatividade nos órgãos públicos. Portanto, conhecer quem apoia os projetos orgânicos e quem também não os apoia é fundamental para votar conscientemente. Por se tratar de um assunto que diz respeito à alimentação do país, a agricultura orgânica ainda é vista como tabu. E com isso desvalorizada diante de um modelo tão rentável de produção.

 

agricultura orgânica no Brasil : horta orgânica

A produção orgânica preza pela valorização de cada um dos nutrientes presentes nos alimentos.  O respeito ao meio ambiente e pela saúde pública como um todo. Em longo prazo trará inúmero benefícios aos consumidores. De quebra, pode-se afirmar que os produtos orgânicos são muito mais saborosos que aqueles produzidos com agrotóxicos.

Então por que não tornar esses alimentos ainda mais acessíveis ao invés de restringi-los à um público cada vez mais nichado? Como implantar a agricultura orgânica no Brasil?

Thiago Campos

Thiago Tadeu Campos nasceu em 1983, em Cuiabá MT. Desde criança se interessava pela natureza e tudo que vinha dela, em especial, pelas hortaliças. Foi na Fazenda Gairoba de sua avó que criou gosto pela agricultura. Todo ano, durante 15 anos de sua vida, visitava a avó na Fazenda e foi lá onde plantou sua primeira hortaliça orgânica. O tempo passou e o Thiago decidiu estudar agronomia. Durante a graduação se apaixonou pelo mundo do Orgânico. Sua grande missão era, desde aquela época, deixar um legado para seus filhos e netos: um Brasil com mais saúde e com mais Alimentos Orgânicos.