Afinal, o que é Substrato?

Thiago Campos
Orgânicos
COMENTÁRIOS
o que é substrato

(Artigo escrito por Thiago Campos)

Tudo o que você precisa saber sobre o que é substrato, suas vantagens e quais as diferenças entre terra x substrato x composto

O que é substrato

Substrato é o nome utilizado para o meio físico que vai dar sustentação às raízes das plantas. O substrato é o material que a planta utiliza como meio de crescimento, ou seja, ele vai fixar a planta no vaso. Para plantas, ele pode ser composto por um só material ou também por uma mistura balanceada de minerais e materiais orgânicos. Além disso, pode ser um veículo de nutrição para as plantas. Também é importante sabermos que a constituição química e física dos substratos influencia muito no desenvolvimento das plantas.

o que é substrato : substrato

Diferenças:  terra x substrato x composto

Agora que conhecemos o que é substrato, podemos diferenciar os três meios citados e decidir qual será melhor para o nosso plantio.

A terra pode ser descrita como todo o material que envolve as raízes das plantas em um ambiente natural. Ou seja, a terra é o solo onde as plantas se desenvolvem. Ela é resultante da decomposição das rochas, um processo que leva milhões de anos. Nesse processo, ocorre a liberação dos nutrientes da rocha original para o solo. A combinação da decomposição das rochas com a matéria orgânica, oriunda da decomposição de plantas e restos de animais, aliada à água, ao ar e a diversos insetos e microorganismos, resulta na terra.

A terra considerada boa para o plantio é a terra vegetal, com alto teor de matéria orgânica. Isso ocorre pois quanto maior a quantidade de matéria orgânica de uma terra, mais aptidão ela terá para o cultivo de plantas.

o que é substrato : substrato para plantas

Como já mencionei anteriormente, o substrato pode ser misturado e conter nutrientes.  Normalmente ele é utilizado para substituir a terra por um período curto, pois são constituídos de materiais porosos. Alguns fabricantes adicionam nutrientes aos substratos. No entanto, estes nutrientes são liberados apenas para as plantas se desenvolverem por no máximo 30 dias, por exemplo. A maioria dos vasos de plantas comercializados são desenvolvidos em substratos.

Já o composto orgânico é originado a partir da decomposição natural de fontes de matéria orgânica. Alguns exemplos dessas fontes são cascas de frutas, restos de alimentos, hortaliças, entre outros. Ele deve passar por um processo de fermentação para que possa ser usado na mistura com a terra do vaso onde será cultivada a planta.

Vantagens e desvantagens do substrato

O substrato varia conforme sua composição. É um material que apresenta vantagem no cultivo a curto prazo, pois fornece nutrição para o desenvolvimento das plantas durante um dado tempo. A desvantagem é que após esse período, os nutrientes são lixiviados com a água de irrigação. Por conta disso, as plantas demandarão um local apropriado. No entanto, como apresenta densidade leve e geralmente é feito de material poroso, permite o bom desenvolvimento das raízes das plantas.

Como fazer um substrato

Você pode preparar um substrato usando terra de boa qualidade. Nesse caso, é preciso cobri-la por 4 semanas para eliminar eventuais pragas como plantas daninhas ou ovos de insetos. Depois misture material oriundo de compostagem e areia à terra preparada. Adicione nutrientes como calcário e farinha de ossos. Por fim, acrescente também vermiculita. As medidas usadas são: 1 parte de terra, 2 partes de compostagem, 1 parte de areia e 1 parte de nutrientes e vermiculita. Mexa tudo e está pronto seu substrato!

Para mais informações sobre substrato assistam o vídeo:

Faça seu jardim

Agora que você já sabe o que é substrato, e como produzir em casa, faça seu jardim ou sua horta orgânica!

Espero que tenham gostado do artigo! Deixe seu comentário abaixo (sua opinião é muito importante!).

Thiago Campos

Thiago Tadeu Campos nasceu em 1983, em Cuiabá MT. Desde criança se interessava pela natureza e tudo que vinha dela, em especial, pelas hortaliças. Foi na Fazenda Gairoba de sua avó que criou gosto pela agricultura. Todo ano, durante 15 anos de sua vida, visitava a avó na Fazenda e foi lá onde plantou sua primeira hortaliça orgânica. O tempo passou e o Thiago decidiu estudar agronomia. Durante a graduação se apaixonou pelo mundo do Orgânico. Sua grande missão era, desde aquela época, deixar um legado para seus filhos e netos: um Brasil com mais saúde e com mais Alimentos Orgânicos.